segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Resumo da Obra Morte e Vida Severina!


Olá Galera....
Segue o Resumo da Obra que faremos a adaptação para o segundo semestre,4°Bimestre!
Boa Leitura!
Abraço!




O retirante Severino deixa o sertão pernambucano em busca do litoral, na esperança de uma vida melhor. Entre as passagens, ele se apresenta ao leitor e diz a que vai, encontra dois homens (irmãos das almas) que carregam um defunto numa rede. Severino conversa com ambos e acontece um denúncia contra os poderosos, mandantes de crimes e sua impunidade.

O rio-guia está seco e com medo de se extraviar, sem saber para que lado corria o rio, ele vai em direção de uma cantoria e dá com um velório. As vozes cantam excelências ao defunto, enquanto do lado de fora, um homem vai parodiando as palavras dos cantadores.. Cansado da viagem, Severino pensa em interrompê-la por uns instantes e procurar trabalho.

Ele se dirige a uma mulher na janela e se oferece, diz o que sabe fazer. A mulher, porém é uma rezadeira. O retirante chega então à Zona da Mata e pensa novamente em interromper a viagem. Assiste, então, ao enterro de um trabalhador do eito e escuta o que os amigos dizem do morto. Por todo o trajeto e em Recife, ele só encontra morte e compreende estar enganado com o sonho da viagem: a busca de uma vida mais longa.

Ele resolve se suicidar, como que adiantando a morte, nas águas do Capiberibe. Enquanto se prepara para o desenlace, conversa com seu José‚ mestre carpina, para quem uma mulher anuncia que seu filho havia nascido. Severino, então, assiste à encenação celebrativa do nascimento, como se fora um auto de Natal. Seu José tenta dissuadi-lo do suicídio. A peça é apresentada com músicas de Chico Buarque de Hollanda.

11 comentários:

  1. oi é o joão gabriel do 6ºano B e gostei do seu blog li todos os arquivos e gostei muito e espero que continue assim e também gosto da sua aula(apesar deu não ir bem).

    ResponderExcluir
  2. O livro é super legal , mesmo falando de mortes , espíritos e coisas do tipo. Pois retrata em detalhes tudo sobre a região nordestina , os problemas e dificuldades que os nordestinos enfrentam .. Além de tudo , mostra que lá pessoas ficam "felizes" com a morte dos outros , porque se elas não ganharem dinheiro rezando para pessoas que morrem , ela que vai morrer , pois não terá dinheiro para comprar coisas de sua necessidade. Sem contar que ganhamos mais conhecimentos sobre a Zona da Mata , Agreste , Sertão e Meio Norte . Vemos que lá a vida é mais difícil e totalmente diferente da nossa. A região Nordeste hoje é a mais pobre , mas antigamente após o descobrimento do Brasil , no Nordeste ficava o Distrito Federal , a capital do Brasil era Salvador.



    Letícia Bettini - 7°Ano

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei muito da obra, pois retrata a dificuldade de se viver na região nordestina,que é completamente diferente da região Sudeste.
    Severino retrata os migrantes nordestinos buscando uma vida melhor,fugindo:da morte,da velhice antes dos trinta,da fome,da fraqueza,da mortalidade infantil.O interessante é que no nordeste as pessoas precisam da morte para a sua sobrevivência,que no Sudeste é totalmente diferente.

    Ana Júlia Borges 7°ano

    ResponderExcluir
  4. Ana Carolina Faria nºO3 - 7º ANO(6ª série)25 de setembro de 2009 13:45

    É uma obra muito bonita, mais muito triste de se ler, pois retrata a dificuldade de quem mora no Sertão Nordestino que é uma região muitíssimo pobre em relação a região que vivemos, o Sudeste.
    Severino sai de sua terra como muitos outros "retirantes" para tentar ter uma vida melhor, ele vai para o litoral, pois é um lugar que há água, o que mais falta no Sertão.
    O livro "Vida e morte Severina" fala muito sobre defuntos e mortes.
    Severino está vindo para a região do litoral para fugir de tanta tristeza, fome, morte, fraqueza de sua terra que é muito pobre!

    ResponderExcluir
  5. A obra é muito interessante, pois retrata a passagem de um simples cidadão do sertão nordestino (Severino), cujo nome revela uma vida complicada e difícil, para o litoral (zona da mata) para viver uma vida melhor, sem ter a falta de oportunidade para viver em um lugar onde não a escassez de água e nem de um solo pedregoso e sem nutrientes.
    É muito legal aplicar um trabalho desse porte para nossa sala, pois é através desse trabalho vamos poder entender melhor como é a vida das pessoas no nordeste. Isso nos da não só uma lição escolar, mas uma lição de vida que nos ajudara a ser pessoas melhores.
    Alexsander Pontes de Freitas
    N°1 7°ano

    ResponderExcluir
  6. Achei a obra muito interessante, apesar de ser triste. Fala muito de mortes e pobreza, mas no final destaca-se um nascimento, que é a parte mais feliz da história.
    Com o passar do poema, podemos relembrar as aulas que tivemos, onde foi falado sobre o sertão, zona da mata, etc.
    Eu gostei muito da idéia do teatro e as reuniões estão sendo muito legais. Acho que ajuda a esclarecer tudo o que vimos em sala de aula.

    Veridiana de Oliveira Mantovani - 7° ano

    ResponderExcluir
  7. Laura- 7 ano (6 serie)28 de setembro de 2009 14:38

    O livro é muito bom porque fala das dificuldades dos retirantes,e tambem gostei muito da ideia de fazer um teatro,primeiro pensei que o livro só falava de morte,mas achei muito interessante porque bem no final do livro surge a vida
    Laura Aguiar Ragoni- 7 ano

    ResponderExcluir
  8. Baixar o Filme - Morte e Vida Severina - http://mcaf.ee/sqp6l

    ResponderExcluir
  9. Olá eu notei que você deixou um erro no primeiro paragrafo:
    ...Severino conversa com ambos e acontece UM denuncia...
    ...uma denuncia...
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  10. amei +tem algumas coisas q ñ entendi muito bem !!!+tomara q a professora aceite o resumo kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir